Trabalhar em Remote - Vantagens e desvantagens

Já ouviste falar disto, certo?

Caso ainda não estejas bem a par desta realidade, o trabalho remoto consiste na prática de trabalhar a partir de qualquer lugar, em vez de o fazeres a partir da tua empresa.

É um tema cada vez mais falado worldwide, principalmente na área de IT e Portugal não é excepção.

Com a explosão digital dos últimos anos, muitos dos hábitos praticados nas empresas mudaram. Acordar todos os dias para ir para o escritório, trabalhar 8 horas e ir embora para voltar no dia seguinte e fazer o mesmo, já não tem de ser a tua realidade.

Daily Routine

A verdade é que o remote work dá-te a oportunidade de trabalhar em casa, no café, na praia ou até mesmo noutro país.

E a melhor parte é que, após um estudo feito nos Estados Unidos, conduzido pela TINYpulse, chegou-se à conclusão que quem faz remote é mais feliz no trabalho e sente-se mais valorizado, apesar de haver uma menor ligação com os colegas.

Mais, o mesmo estudo mostra que 91% dos entrevistados sente ser mais produtivo quando trabalha remotamente, sendo interessante perceber quais são os factores que estão a contribuir para esta realidade.

Na RUPEAL (grupo do qual a KWAN faz parte), o remote work é uma prática muito bem aceite, havendo a hipótese dos colaboradores trabalharem a partir de outro sítio que não o escritório, durante a semana.

No entanto, é importante referir que alguns dos clientes com quem a KWAN trabalha não estão abertos a esta prática. Afinal, o remote tem vantagens e desvantagens que podem ir ou não ao encontro dos princípios destas mesmas empresas.

Partilhamos contigo algumas destas vantagens e desvantagens:

Vantagens

1. Flexibilidade

Dog Working at Home

Precisas de conciliar melhor o horário de trabalho com ginásio, actividades ou eventos? Precisas de estar de pijama o dia todo e não esperar pelo fim-de-semana? Precisas de ir para uma esplanada, apanhar sol na cara, para te sentires melhor?

O remote permite isto tudo e muito mais, ao mesmo tempo que realizas as tuas tarefas profissionais.

Uma das maiores vantagens que o remote proporciona é a flexibilidade que passas a ter para organizar a tua vida, no geral. Agora já não precisas de adiar mais tarefas, obrigações ou compromissos… Organiza-te e define melhor o teu dia com a prática do remote!

A Lead Talent Ambassador of KWAN, Cátia Diogo, partilhou o seu testemunho:


“No meu caso, a vantagem mais significativa que a prática de remote me pode dar é o tempo poupado em deslocações! Posso dedicá-lo a outras áreas da minha vida, o que me dá um sentimento de maior equilíbrio entre o lado profissional e pessoal!

As cerca de 2 horas que gasto diariamente em deslocações, podem ser claramente dedicadas à realização de tarefas domésticas ou a ir ao ginásio.

No fim do dia sinto-me mais realizada, com sentimento de dever cumprido e com mais tempo para relaxar e estar com a minha família!”

2. Adeus, monotonia!

Trabalhar na Praia

Com a prática do remote, podes esquecer a tua vida monótona de escritório e pensar quais os melhores lugares onde podes instalar-te e começar a tua rotina profissional diária.

Ahhh… Praia em Novembro sabe mesmo bem, não é? Agarra em ti e no teu computador e diz olá a um novo mundo de lugares onde podes trabalhar: num espaço partilhado, num café, em casa ou no bar da praia, a verdade é que o tédio vai deixar de fazer parte da tua rotina profissional.

Trabalhar todas as semanas em sítios diferentes vai aumentar drasticamente a tua motivação, acredita!

Miguel Domingos, Developer na RUPEAL, tem algo a dizer sobre este ponto:


“Trabalhar remotamente é, sobretudo, uma maneira de fugir à rotina diária a que nos habituámos ao longo do tempo. Para quê limitarmo-nos ao mesmo sítio físico dia após dia, quando podemos quebrar a rotina?

É possível fazer trabalho excelente em qualquer lugar nos tempos que correm.

E a liberdade que se sente é, para mim, receita quase certa para mais inspiração e motivação, resultando em trabalho com maior qualidade!”

3. Trabalhar a auto-disciplina

Cumprimentar o Gato

Hoje trabalhas a partir de casa. Boa! Vais finalmente poder organizar o teu dia como bem entendes, sem ter que te preocupar com as regras do escritório.

Mas primeiro, tens de tomar o pequeno almoço, depois brincar um bocado com o gato (coitado, está tão sozinho o dia todo), depois vais dar um check nas notícias do dia e quando dás por ti, já é hora do almoço e não fizeste nada. Pânico!

Mas sabes qual é a lição que podes tirar? É que esta experiência vai melhorar a tua auto-disciplina em 200%. Uma dica útil é escolheres um sítio arrumado e sossegado, sem grandes distracções. Podes não notar nas primeiras vezes, no entanto, com o passar do tempo, vais saber exactamente qual a melhor forma de trabalhar a tua produtividade.

Não te esqueças que remote não significa estar de férias. É importante usar a carta do bom-senso neste ponto e trabalhar até conseguires equilibrar o trabalho com o restante.

A Web Designer da RUPEAL, Daniela Ribeiro, diz:


“No meu caso, trabalhar em remote tornou-me uma pessoa mais organizada. Tive de aprender a trabalhar sem ter o meu chefe e a minha equipa por perto e isso implicou ter de me auto-disciplinar.

Parece “boring” mas regras nunca fizeram mal a ninguém e poder dormir mais 1 hora, trabalhar no nosso sofá, embrulhados numa manta naqueles dias frios de Inverno ou ir até uma esplanada num dia quente de Verão é óptimo mas só o conseguimos fazer com disciplina.

Não importa o sítio desde que consigamos manter o foco. Assim, conseguimos ser tão ou mais produtivos do que no escritório.”

4. Paz e sossego enquanto se trabalha

Paz no trabalho

Depois de treinares a auto-disciplina, torna-se muito mais fácil aproveitar tudo o que o remote te pode oferecer.

Por isso, escrevemos sobre outra das vantagens do trabalho remoto: a paz e o sossego que podes ter enquanto trabalhas, sem quaisquer interrupções.

Quando precisas de te concentrar e focar em determinada tarefa, é sempre melhor poder trabalhar num sítio calmo e confortável e abusar da tua produtividade ao máximo.

O developer da KWAN, Luís Antunes, deu a sua opinião sobre esta vantagem:


“Trabalhar em remote ajuda-me naquelas tarefas que carecem de mais raciocínio ou concentração.

Não são raras as vezes que fico a trabalhar em casa e faço mais num dia do que dois ou três no escritório.

Resumindo, às vezes trabalhar em remote ajuda-nos a focar naquilo que é mais importante.”


Desvantagens

1. Os limites da comunicação

Falha de Comunicação

Sejamos sinceros… Preferes trabalhar cara-a-cara com uma pessoa ou através de um computador? O remote tem inúmeras vantagens mas esta não é uma delas.

Apesar de conseguires comunicar com o resto da equipa quando estás a trabalhar a partir de outro sítio, a comunicação acaba por não ser tão fluída como quando todos os elementos da equipa estão presentes no mesmo lugar, porque acabam por existir diversas entropias ao usarmos outros meios (não presenciais) para falarmos uns com os outros.

Também a coesão da equipa e os próprios valores da empresa podem não estar tão presentes quando optas por passar mais tempo noutros lugares do que no escritório.

O Ambassador of KWAN, Diogo Silva, partilhou a sua opinião sobre este ponto:


“Muito se tem falado sobre remote ultimamente e tem feito parte do imaginário do Dream Job de muitos Developers hoje em dia!

No entanto, nem só de vantagens é feito este tema! Uma das desvantagens que mais me preocupa é o conjunto de limites que traz na comunicação.

“RETRÓGRADO!” - Compreendo a revolta, não parei no tempo e conheço o Skype, o Hangouts e o Slack.

Mas falta a componente física e humana, aquela parte do “fazer acontecer” em equipa mesmo!

O teres a capacidade e oportunidade de partilhar uma coisa em voz alta e teres lá alguém para te ouvir, quer seja do projecto ou pessoal. Ou o simples facto de não teres de esperar pelos teus colegas, que não estão na mesma timezone que tu, para terem 2 ou 3 horas de trabalho comum!”

2. A (des)união da equipa

Trabalho em Equipa

No seguimento do ponto anterior, quando se trabalha em remote (principalmente se for a tempo inteiro), a parte humana acaba por ficar um bocadinho de lado. Esta é outra das desvantagens do trabalho remoto.

Apesar de utilizarmos o Skype ou o Slack ou até o Hangouts para definir pontos e estratégias com a nossa equipa, a parte da amizade, de nos preocuparmos uns com os outros, é esquecida porque também nunca foi fomentada cara-a-cara.

Quando isto acontece, não sobra muito para além do trabalho que tem de ser feito e corres o sério risco de passar a ser visto como uma máquina para resolver problemas.

Falámos com Rodolfo Santos, um dos developers da KWAN, acerca desta desvantagem:


“Por experiência pessoal, quando trabalhamos em remote, a parte humana acaba por ser posta de lado e nunca passamos de um recurso para empresa. Deixamos de ser pessoas e passamos a ser máquinas a interagir com máquinas, sempre disponíveis para resolver problemas, sejam eles técnicos ou funcionais.

Esquecemo-nos que quem está no outro lado tem uma vida como a tua, uma cultura, expectativas e objectivos pessoais e profissionais.

Por isso nunca nos devemos limitar a uma relação profissional e devemos sim fazer um esforço para criar uma relação de amizade através da partilha de experiências e opiniões, sem nunca fugir à responsabilidade profissional.

Só desta forma iremos conseguir melhorar o trabalho em equipa e aumentar a motivação no local de trabalho.”

3. Os bolos do escritório

Falta de Bolo Esta parte é uma verdadeira tragédia… Imagina que escolhes ir de remote no mesmo dia em que trazem um bolo delicioso para o escritório? Ou chocolates? Ou que a equipa decide ir almoçar a um lugar brutal e tu perdes a oportunidade de conviver ao mesmo tempo que saboreias uma boa dose de comida deliciosa?

Aqui na RUPEAL, como temos bolos quase todos os dias e almoços em equipa regularmente, esta realidade acaba por afectar muitos dos elementos integrantes da nossa turminha, que acabam por se arrepender de ter feito remote nesse dia!

Diogo Fernandes, Customer Service Expert da RUPEAL, mostrou a forma como esta desvantagem o influencia:


“Existem inúmeras vantagens em fazer remote. No entanto, há uma coisa que perdemos se trabalharmos a partir de casa: OS BOLOS!

Sim, os bolos, os mimos diários e açucarados dos nossos colegas, no escritório, e que são sempre óptimos! Não ter estas pequenas coisas quando estou a fazer remote, faz-me sempre sentir que estou a perder algo no meu dia…”

4. Solidão, hello darkness my old friend

Solidão

Fizeste um belo dia de trabalho remoto, foste produtivo, realizaste todas as tarefas que querias e ainda conseguiste conciliar pequenos compromissos que tinhas pendentes. Excelente, não podia ser melhor!

Só que ontem não viste uma única cara remotamente conhecida (a não ser a do teu gato) porque ficaste a trabalhar em casa. Pior, hoje chegas ao escritório e não percebes a piada do momento nem porque é que os teus colegas não te contextualizaram sobre nada… Pois é, perdeste o comboio!

Outra das desvantagens do remote é a solidão. Trabalhar sozinho pode tornar-te mais produtivo, por não te distraíres constantemente com os gifs que o teu colega do lado teima em mostrar-te, mas não te livra do vazio que sentes a longo prazo, caso não trabalhes com a tua equipa fisicamente, de uma forma regular.

Hugo França, Digital Marketer e Spiritual Advisor na RUPEAL, confidenciou o sentimento que tem sobre a solidão:


“Trabalhar remotamente acarreta uma grande desvantagem, quiçá a mais importante, que é não teres ninguém para falar pessoalmente, a quase falta de contacto humano, algo que para alguém como eu, bastante comunicativo, é importante.

Parte-me o coração ler no Slack inside jokes e não perceber o que é, e quando pergunto dizem “ah foi uma coisa que o Diogo disse ao almoço”, eu O-DEI-O.

E o reverso: não sabem como é frustrante lembrarem-se de uma piada genial e não poderem contar a ninguém… porque estão sozinhos.”

O equilíbrio do remote work

Quando trabalhas numa empresa, existem inúmeros factores que podem contribuir para a tua felicidade e produtividade, como a cultura, os teus colegas ou mesmo o projecto onde estás a trabalhar. O remote é só mais um deles!

E sim, pode trazer-te vantagens, principalmente quando é feito com responsabilidade. Trabalhar remotamente é considerado um privilégio por muitos e o seu pior inimigo são os abusos.

Estes abusos são muitas vezes o motivo pelo qual algumas empresas não estão tão abertas a esta prática.

Falámos com Ricardo Moura, developer da KWAN, sobre a abertura que o cliente onde trabalha tem acerca do trabalho remoto:


“Na empresa onde estou, o trabalho remoto é uma prática bastante comum e aceitável. Valoriza-se muito o sentido de responsabilidade e a dedicação.

Logo que consigas cumprir com as tuas responsabilidades face ao projecto e à tua equipa, pouco importa onde estás.”

No entanto, a realidade não é esta para todos.

No caso do Nuno Pereira, também developer na KWAN, a situação é outra:


“Em todo o tempo que trabalhei como developer, nunca tive a experiência de trabalhar de forma remota.

Tanto a empresa anterior onde trabalhei como a actual, não permitem desenvolvimento a partir de casa ou, pelo menos, fora das instalações.

Todo o trabalho é realizado dentro das instalações da empresa, principalmente para preservar a confidencialidade e evitar pôr em risco informação sensível mas também para poderem garantir um controlo do fluxo do trabalho.”

Se valorizas a prática do remote, transmite-o à tua empresa ou ao teu manager para que estes possam estar atentos a esta realidade e possam considerar esta oportunidade como alternativa para a equipa.

Desta forma, não te vais sentir sozinho, vais conseguir comunicar melhor com a tua equipa e ainda vais poder fazer parte da cultura de bolos do escritório, ao mesmo tempo que usufruis de todas as vantagens que esta prática te traz.

Como referimos no início deste ponto, este é apenas um dos segredos para contribuir para a tua realização no trabalho. Para descobrires outros factores que podem influenciar o teu dia-a-dia profissional, dá uma olhada aqui!

ricardo
Published 07-11-2017
Margarida Barata

Completamente viciada em viagens, animais e boa comida. O resto do tempo, está a aprender sobre as tendências digitais no mundo do Marketing e da Publicidade.


Toma controlo da tua carreira.

Fica a par de todas as novidades.

Subscreve.